Hambúrgueres de salmão

salmão

Com toda a certeza que estarei assim no Top 10 das principais fangirls de salmão. Seja fumado, em sashimi, grelhado, assado, salmão é aquele peixe que eu comia quase todos os dias sem enjoar.

Há uns bons tempos o Continente lançou salmão em conserva ao natural, à semelhança do atum de conserva, e claro que o meu coração explodiu de felicidade- mais uma oportunidade de comer salmão, como se houvesse pouca variedade.

Andei uns meses à procura das conservas e nunca conseguia encontrar, até que o tão esperado dia chegou e eu pus no carrinho logo umas seis latas, para garantir stock antes que alguém falasse disto no Instagram e eu ficasse meses sem conseguir comprar novamente.

Logo no dia seguinte a ter comprado as latas experimentei fazer uma massa integral com salmão e cogumelos que funcionou muito bem e, como sou como as crianças que quando têm uma coisa nova só falta dormirem com ela também, uns dias depois experimentei fazer hambúrgueres.

A receita pode ser ajustada como quiserem, consoante ingredientes que gostam mais ou menos.

Os meus ingredientes

  • 2 latas de salmão ao natutral
  • Cebola a gosto
  • 1 dente de alho
  • Alho francês a gosto
  • Sal e pimenta
  • 1 colher de sopa de mostarda dijon
  • 1 ovo
  • Pão ralado

Comecem por picar bem a cebola e o alho. Cortem finamente o alho francês ou piquem, como preferirem sentir a sua textura e depois juntem o salmão.

Temperem a mistura a gosto, com as vossas especiarias favoritas, juntem o ovo e a mostarda. Deem uma boa mexidela e comecem então a juntar o pão ralado até conseguirem moldar os hambúrgueres em pequenos discos.

Depois é só confecionarem como quiserem. Eu optei por fazer numa frigideira a lume baixo com um fio de azeite e ficara ótimos. Acompanhei com uma salada, mas acredito que também devem ficar muito bem acompanhados com arroz branco, ou de cenoura.

O verdadeiro teste aos hambúrgueres foi feito pelo provador oficial das receitas “fit” aqui de casa e ficaram aprovados, por isso acho que está mais do que na altura de experimentarem também!

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.