O meu novo plano alimentar

Plano

Declarei guerra à gordura localizada e desta vez estou mesmo decidida a acabar com ela. Os últimos dois anos foram muito positivos para mim: emagreci 10kg (que depois recuperei parte com o ganho de massa muscular), passei de vestir um 42 de calças para começar a vestir o 38 e sem dúvida que isso teve um enorme impacto na minha autoestima.

Até agora tenho realizado este percurso sem acompanhamento profissional na área da nutrição e claro, no início, a minha tendência foi ser muito restritiva, cortar nos hidratos, nos doces, nos salgadinhos, em tudo… Só comia grelhados e brócolos, o que resultou em alguns episódios de compulsão alimentar. Como estava a ver resultados acabei por começar a explorar mais a componente da alimentação e a introduzir alimentos que tinha tirado da dieta, como a manteiga de amendoim, por exemplo. Comecei a por também a imaginação a funcionar, o que resultou nas belas receitas que partilho aqui no blogue.

FrutaNo início do ano também comecei a ir com mais frequência ao ginásio, ao final do dia, duas a três vezes por semana, e a verdade é que os resultados apareceram. Porém, como treino apenas duas a três vezes por semana, estava a ter muita dificuldade em perder gordura localizada, nomeadamente na zona interior das coxas e na zona abdominal.

Decidi por isso, em julho, inscrever-me na Body Concept, para dar um boost à minha batalha contra a gordura localizada e também para me ajudar a controlar a celulite, que já tenho desde a adolescência e teima em não sair, mesmo bebendo eu 2L de água por dia.

Além dos tratamentos corporais e das idas ao ginásio, aproveitei e comecei a fazer acompanhamento nutricional na clínica da Body Concept que frequento.

Depois de me pesar e anotar todos os meus valores corporais, a nutricionista explicou-me que embora eu mantivesse uma alimentação saudável, esta estava-me a permitir manter o meu peso, e não a perder. Iniciámos por isso um novo plano, que é mais restritivo agora numa fase inicial, que será ajustado ao longo dos meses e conforme a minha evolução.

Neste primeiro mês, estou a reduzir a quantidade de fruta a uma peça ou porção por dia. Além disso, não estou a comer qualquer manteiga de frutos secos, bolachas, leguminosas e massa.

Este é o diário de um dia-tipo para o meu objetivo nesta primeira fase:

Pequeno-Almoço:

  • Duas fatias de pão Sporty, Shape ou Bimbo 10 Cereais + Queijo fatiado magro ou Vaca que Ri + Fiambre de aves (se quiser), acompanhadas de chá ou café.

Meio da manhã:

  • Gelatina sem açúcar (aquela da Condi ou a da Royal 10Kcal, por exemplo) + 1 ovo cozido

Almoço:

  • Peixe ou carne (cozido/assado/grelhado) + legumes cozidos ou salada (já é o que costumo comer e é raro juntar arroz ou batata, mas se achar que vou ter fome só com peixe cozido e uns brócolos, por exemplo, cozo uma batata doce pequena e junto)

Meio da Tarde:

  • 1 iogurte com banana + 2 colheres de sopa de flocos de aveia;

Jantar:

  • Sopa de legumes (que é o que costumo comer durante a semana) + um ovo cozido se ainda tiver fome, ou até mesmo um bife grelhado com uma salada

 

FrutaClaro que isto varia. Como eu treino ao final do dia, nos dias em que treino opto por comer o pão ao lanche da tarde, por exemplo. Outras vezes faço umas mini quiches de atum e espinafres, ou de cogumelos e espinafres, ou de frango, e levo para pré-treino, porque como cerca de 2h30 antes do treino. Depois também se tiver mais fome posso comer uns frutos secos, ou aquelas gelatinas de iogurte que se vendem em qualquer supermercado, ou até um queijo fresco, por exemplo.

Posso-vos dizer que comecei este plano há mais de uma semana e até agora estou a gostar, até porque não é assim tão diferente daquilo que já fazia nas refeições principais. Só me custa por vezes não poder comer mais de uma peça de fruta por dia, porque adoro fruta, e claro, não comer panquecas.

Mas sei que esta fase é mesmo muito inicial, para me ajudar a perder a tão temida gordura localizada e que com o tempo voltarei às minhas panquecas com manteiga de amendoim. Até lá é ter paciência, não faltar aos treinos, comer com consciência e ir fazendo os tratamentos, que até agora estão a ajudar-me a ter resultados. Num próximo post explico-vos tudo sobre a minha experiência na Body Concept e dou-vos a conhecer o meu progresso.

Eu estou a partilhar convosco o meu plano alimentar, mas não se esqueçam de que ele está projetado para mim, mediante aquilo que eu já fazia antes e de acordo com os meus objetivos. Cada pessoa é diferente e por isso o meu maior conselho é que procurem sempre um profissional de nutrição para vos acompanhar e ajudar a encontrar o melhor plano para vocês, porque o que funciona para mim não quer dizer que vá funcionar convosco.

Dado o sermão, resta-me só ir ali comer o meu ovo cozido que está quase na hora do lanche!

 

 

Imagem:Designed by schantalao

Fruit Icons: Food vector created by Katemangostar – Freepik.com

Leave a Reply

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.