Bolinhas energéticas

Bolinhas energéticas

Treinar ao final do dia às vezes é um desafio porque eu lancho três horas depois de almoçar, mas três horas antes de treinar e, por isso, tento fazer dois lanches a tarde para conseguir ter energia para treinar sem estar muito cheia do lanche. Tenho visto alguns posts de bolinhas energéticas mas costumam levar tâmaras, que não gosto e, por isso, aventurei-me a experimentar umas bolinhas energéticas que sejam adequadas ao meu gosto.

Fiz umas pesquisas e, tendo em conta que a manteiga de amendoim é um ótimo pré-treino, comecei por magicar umas bolinhas que tivessem manteiga de amendoim como base principal.

Tinha também uma embalagem de manteiga de amendoim crocante da Prozis já no fim, o que me ajudou a acabar de vez com ela, visto já estar assim mais rija e eu não saber como consumi-la.

Depois, pensei em mais um ingrediente para juntar às bolinhas de que goste e fique bem com manteiga de amendoim: côco. Juntei um alimento saciante, flocos de aveia et voilá, decidi colocar mãos à obra.

Assim, utilizei para as bolinhas:

  • 2 colheres de sopa de manteiga de amendoim crocante;
  • 2 colheres de sopa de manteiga de amendoim cremosa;
  • 1 colher de sopa de farinha de côco;
  • 1 colher de sopa de flocos de aveia integrais;
  • Côco ralado.

 

Fazer as bolinhas não poderia ser mais fácil. Basta então juntar as duas manteigas de amendoim e mexer bem, para que fique uma pasta uniforme. Depois, juntem a farinha de côco e envolvam bem. Juntem os flocos de aveia e, se notarem que a massa ainda não está bem composta juntem mais aveia, até que a mistura fique moldável.

Está na hora então de formarem bolinhas médias com esta massa. Depois de feitas as bolinhas, passem-nas pelo côco ralado até estarem bem envolvidas e coloquem-nas no frigorífico para ficarem mais rijinhas.

Espero que esta receita vos dê muita energia para os vossos dias!

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.