Metas e objetivos para 2018

Designed by Freepik

Designed by Freepik

 

O início de cada ano é sempre uma altura de repensar no que está para trás e definir novas metas e objetivos. Estamos sempre mais motivados a cumprir as nossas metas, o que é bom, mas muitas vezes, depois de janeiro voltamos aos velhos hábitos e os nossos objetivos vão-se desvanecendo.

Durante muitos anos eu tive esta atitude. Quando começava o novo ano, sentia-me cheia de energia e motivação e dizia “é desta que faço dieta”. As minhas dietas duravam cerca de um mês e depois voltava a repetir os erros dos anos anteriores. Tal como já vos contei num outro post, foi necessário algum tempo para eu mudar o meu mindset, mas sobretudo foi necessária muita perseverança e começar finalmente a perceber que tipo de metas deveria definir.

É muito fácil desmotivar porque o caminho é difícil de percorrer, e por isso é importante sermos realistas. Eu opto por ter um estilo alimentar flexível, dou liberdade a mim mesma para comer o que me apetece em dias de neura, com plena consciência de que não é por comer uma salada que emagreço, bem como não é por comer um bolo que engordo. Hoje em dia não faço dieta, tenho uma alimentação saudável que se reflete em todos os aspetos da minha vida.

Embora tenha emagrecido e perdido 10 kg ao longo deste percurso de reeducação alimentar, ainda tenho metas a atingir. Partilho-as convosco, para que me ajudem a continuar motivada a atingi-las:

  1. Praticar exercício com regularidade– Este ano comecei a treinar no Fast & Fit e
    o meu objetivo é, neste primeiro trimestre, pelo menos, treinar no mínimo
    duas vezes por semana. Tenho um trabalho sedentário, mas que exige que eu
    me desloque, por vezes, e nem sempre tenho tempo para treinar ao final do dia.
    Ao treinar duas vezes por semana tenho mais hipóteses de não falhar e de
    continuar motivada. Com o tempo quero ser capaz de aumentar o número de treinos.
  2. Equilibrar ainda mais a minha alimentação– Este ano quero fazer ainda mais
    experiências na cozinha, testar mais receitas, ter uma alimentação mais
    equilibrada e ser ainda menos dependente do sal. Quero conhecer melhor os
    alimentos, as opções que estes me dão e explorar mais alimentos de que “não
    gosto”, porque por vezes combinados com outros o seu sabor fica alterado e
    pode tornar-se mais agradável.
  3. Aprender mais sobre alimentação– Este tópico está relacionado com o anterior.
    Para conhecer melhor os alimentos e otimizar ainda mais a minha alimentação,
    em 2018 quero começar a participar em workshops e aprender mais sobre
    alimentação com pessoas inovadoras que têm muito para transmitir.

 

Além destas, tenho também outras metas pessoais e profissionais, que espero conseguir cumprir. Espero ter-vos ajudado com as vossas resoluções, mas sobretudo contar com a vossa ajuda para cumprir as minhas.

 

Desejo-vos um ótimo 2018, cheio de foco, energia e muitas coisas boas!

 

 

 

Leave a Reply

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.