A minha evolução

 

Venho hoje contar-vos um pouco da minha história. Durante muitos anos não fui uma pessoa muito preocupada com a minha alimentação. Durante algum tempo, como fazia algum desporto, acabava por compensar alguns excessos, no entanto, foi quando parei que comecei a notar as maiores diferenças no meu corpo.

Após um ano em que não estudei nem trabalhei, engordei 10kg e passei de uma rapariga que vestia o 40 e pesava 68kg para uma pessoa que vestida o 42 e pesava 78kg.

Tentei fazer alguma deita mas o máximo que consegui foi descer até aos 73kg, e continuava a vestir o 42. Como tenho 1,68cm continuava bastante acima do meu peso ideal, mas todas as minhas tentativas para “fazer dieta” não funcionavam e eu acaba desmotivada e descontente com a minha aparência.

Há cerca de um ano, decidi de uma vez por todas começar um processo de reeducação. Tal como já expliquei noutro post, o que mais me ajudou foi manter um planeamento das refeições semanais e fazer compras consoante as ementas. Outra coisa que me inspirou muito foram alguns blogues e páginas de Instagram que comecei a seguir e que me ajudaram muito a manter a motivação e a perceber que há inúmeras opções saudáveis na alimentação e que tudo tem a ver com pequenas trocas estratégicas.

Comecei a cozinhar muito mais e a explorar todas as opções que os alimentos nos oferecem e devo dizer-vos que em menos de um ano os resultados foram visíveis. Hoje peso cerca de 63kg, visto o 38 e tenho mais confiança.

Mas ainda tenho um caminho a percorrer. Continuo a lutar contra algumas coisas de que gosto menos no meu corpo, mas posso assegurar-vos que o mais importante é não sermos prisioneiros da “dieta”. O equilíbrio é fundamental e para mim, já não é “fazer dieta”, é ter um estilo de vida diferente, com o qual me sinto muito melhor. Continuo a comer hambúrgueres com batatas fritas, pizza e bolinhos. O equilíbrio é fundamental. Aproveitem a vida, comam bem e sejam felizes!

 

Leave a Reply

3 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.